quarta-feira, 1 de maio de 2013

Decks de madeira


Já foi mais complicado recobrir pisos internos e externos com decks de madeira, mas hoje isso virou uma tarefa rápida e fácil graças aos novos materiais como também às novas formas de fixação das réguas. Tradicionalmente feitos com réguas de madeiras maciças, os decks são mais utilizados em áreas externas expostas às intempéries (sol e chuva).  Devido às mudanças de temperatura e umidade, a madeira é o material mais indicado e utilizado para áreas externas devido às suas características técnicas específicas, como antiderrapância, durabilidade e boa resistência, além da estética . As madeira mais utilizadas são o ipê, cumaru e eucalipto, que devem ser tratadas, resistentes a cupins e ao apodrecimento

Nos últimos anos, a busca por matérias-primas mais resistentes e que exigem manutenção menos frequente - associada à procura por soluções mais econômicas e sustentáveis, levou ao desenvolvimento de materiais alternativos para os decks. A nova família de produtos aposta em alguns atributos – como bases plásticas ou presilhas (que fixam as placas entre si) – para agilizar a obra e dispensar os barrotes sob as réguas de madeira. As opções modulares são encaixadas rapidamente sobre contrapisos ou demais revestimentos existentes, diminuindo o entulho e a sujeira na obra, pois as peças já vêm prontas. Entre os novos revestimentos estão o porcelanato e o piso cimentício, que procuram imitar a madeira, e o plástico, feito a partir de materiais reciclados.

Na hora de selecionar qual tipo escolherr, a dica é observar as condições do local de aplicação e a intensidade de uso que o ambiente terá. A escolha acaba por se pautar, principalmente, pelo efeito estético que se quer obter e também pelo preço. Decks de madeira podem ser encontrados a partir de R$ 250/m², chegando a R$ 600/m², dependendo da madeira escolhida e de particularidades da instalação. Os decks plásticos e os de porcelanato são um pouco mais econômicos e ficam com preços em torno de R$ 50/m² a R$ 150/m². No caso do porcelanato é importante considerar que haverá um custo extra de instalação, pelo fato do serviço ter de ser realizado por um por pedreiro habilitado a fazer assentamento de piso. E nunca dispense o projeto arquitetônico, que determinará a quantidade e as medidas ideais dos módulos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário