quinta-feira, 25 de abril de 2013

Residência do mês

A residência do mês é a refoma desse loft realizada pelo arquiteto Diego Revollo, em São Paulo. A reforma contou com as mudanças físicas do apartamento como também com o desenho de várias das peças de decoração projetadas pelo próprio arquiteto. O loft tem os materiais e instalações deixados aparentes como no caso do mezanino em estrutra metálica e as vedações em tijolo aparentes, ainda que ambos receberam pintura em tons de preto e neutro, respectivamente. 

 

O loft tem um ar clean e contemporaneo para atender as necessidades de seu morador. Os ambientes são todos integrados sem divisórias que impeçam a visualização de todos eles. Esse recurso traz integração e amplitude para o loft, que conta com living, varanda, lababo e cozinha no pavimento térreo, e no mezanino, quarto, closet e banheiro, criando uma separação entre a área social e a área íntima. A área total é de 100m².


 plantas baixas térreo e mezanino

Os tons neutros estão presentes nas paredes que receberam uma camada fluída de cimento queimado e da estrutura metálica que recebeu tintura preta especifíca, como também estão presentes no mobiliário e nas peças decorativas. O pé-direito duplo  favorece a amplitude do living que conta com uma grande esqudria envidraçada que fornece a iluminação natural que pode ser controlada por uma tela solar de acionamento eletrônico.


O home theater foi todo instalado em um painel de laca preta extra-brilho. O painel emoldura a tv e diminui a sensação da altura nesse lugar. O piso foi feito de madeira de demolição ebanizada (técnica que escurece o material) é o mesmo em todo o pavimento térreo do loft, material que também reveste as pisadas da escada metálica que também foi desenhada pelo arquiteto. O piso em madeira dá mais aconchego e aquece os ambientes.
 
  
A sala e acozinha são divididas por uma bancada de inox, desenhada também pelo arquiteto. A mesa de jantar, com tampo de madeira, é ligada à bancada da cozinha e rodeada por cadeiras de acrílico. A cozinha recebeu vários armários com basculantes e gavetões também na cor preto. A área de serviço com tanque e máquina de lavar roupas fica reservada em um deles.



No mezanino, as paredes que isolavam o closet e o banheiro foram retiradas, integrando tudo ao dormitório. A bancada de madeira demarca os ambientes e serve de apoio para a cuba espelhada, que forma uma coluna. O armário do closet tem apenas uma porta, de correr, revestida por um espelho. A louça preta contribui para o clima moderno e masculino da decoração.



A cabeceira da cama é um painel fixo à parede, desenhado pelo arquiteto. Os criados-mudos estão presos a esse painel. O banheiro é completamente integrado ao dormitório e completamente revestido de cimento queimado do teto ao piso, e recebeu resina impermeabilizante nas áreas expostas à água. Conta com uma banheira que mede 2,10 m de comprimento e um chuveiro preso ao teto. Para evitar que o espaço fique muito molhado, foi instalada uma barreira de vidro próxima à ducha. 




Fonte: Adaptação de UOL Casa e Decoração

Nenhum comentário:

Postar um comentário