quarta-feira, 21 de março de 2012

Residência do mês

O projeto da residência do mês chama atenção pela transformação do antes no depois. Explico! Nico van der Meulen Architects projetou uma remodelação de uma casa da década de 1950, na África do Sul, para atender as novas necessidades dos moradores. A proposta de casa térrea foi mantida, apenas ganhou um pé-direiro mais alto dando um toque mais urbano e contemporâneo ao projeto. Alterações e adições foram feitas no edifício original para permitir um programa com quatro quartos e grandes áreas de lazer. 

Antes


Depois

A mudança incluiu a troca do telhado inclinado e de telhas aparentes, por telhados planos protegidos por platibandas. Porém, o que mais chama atenção na remodelação é a abertura da residência para o exterior. Isso resultou uma casa dividida em espaços públicos e privados. Grandes esquadrias vedadas com vidros reservam os interiores das intemperies, mas permitem a transparência necessária para integrar interior-exterior.

Antes


 A mudança foi total também nos interiores da residência. O uso de mobiliário e obras de arte especificamente escolhidos, que foram usados ​​como indicações visuais. Usando uma paleta neutra, o escritório foi capaz de criar um ambiente acolhedor, trazendo em toques de cor, através dos acessórios ricos, e de um mobiliário rico e de destaque. O uso da madeira seja no mobiliário seja nos pisos também contribuiu para o clima quente e de aconchego no interior da residência.

  Antes


Outro ponto de destaque no projeto é a area externa com piscina com borda em vidro (ou seria acrílico?). Com dimensões de piscinas semi-olímpicas, ela pode ser vista do interior da sala de estar e de jantar. Para entrar nas áreas privadas da casa, deve-se cruzar uma ponte sobre ela e sobre a água que adentra para o interior da residência e que divide os espaços públicos e privados, separando o hall de entrada e de estudo da casa privada. Um jogo de desníveis e de revestimentos diferenciados também ajuda na setorização dos ambientes.







Mais informações e imagens podem ser obtidas no site do escritório Nico van der Meulen Architects

Nenhum comentário:

Postar um comentário